Rul
Notícia publicada em 23/10/2012 às 03:47 | Notícias
Vazamento volta a causar danos em Ji-Paraná

 

Josias Brito / Correio Popular

 

Um grande vazamento em uma rede de distribuição de 400 milímetros, na Rua Antônio Adriano, com a rua São Luiz, no Segundo Distrito, em Ji-Paraná, obrigou a CAERD (Companhia de Água e Esgoto do Estado de Rondônia) a interromper novamente o abastecimento de água na localidade para realização do conserto. Como consequência haverá deficiência ou falta de água nos bairros do Segundo Distrito do Município a partir das 07h até às 18h. A previsão do setor de operação da CAERD é de que os   sejam concluídos até o final da tarde de hoje (23), quando o abastecimento voltará ao normal.

 

Segundo o gerente regional da Companhia em Ji-Paraná, Carlos Pilenghy da Silva, será preciso interromper o abastecimento para realizar a troca dos tubos da adutora de 400 milímetros na rede e correção do vazamento.

 

Técnicos da Caerd deverão trabalhar no local e a expectativa é de que o serviço seja concluído por volta das 18h. O gerente regional da Caerd disse que devido aos constantes problemas de falta de água, em especial, no 2º Distrito de Ji-Paraná, aempresa realizou um levantamento minucioso, para que novos investimentos sejam realizados no intuito de resolver, definitivamente o problema no município. Estamos trabalhando já para o inicio da   de uma nova adutora para atender a população”, enfatizou Carlos Pelengy.

NOVA ADUTORA

 

O projeto faz parte do investimento de mais de R$ 38 milhões de reaisanunciado pelo Governador Confúcio Moura no ano passado. A nova adutora será usada para captação de água do centro de abastecimento no Bairro Urupá e enviará direto para o segundo distrito, devendo resolver o problema de abastecimento de água no município. De acordo com Carlos Pilenghy, a construção de uma nova adutora com tubulação de alta qualidade e diâmetro de 500 milímetros, estima-se a dobrar a capacidade de abastecimento de água em Ji-Paraná, abastecendo todos os bairros e os novos condomínios que estão sendo construídos no município, acabando com o problema de falta de água. O abastecimento beneficiará também as comunidades do Capelasso. “A nova adutora representará mais água tratada aos moradores do Segundo Distrito”, enfatizou.


O gerente informou ainda que esta obra será muito importante para a população, pois a adutora que leva água do Primeiro para o Segundo Distrito foi feita em duas etapas, uma em 1991 e outra em 2002, sendo que devido os anos, houve desgaste e vem apresentando bastante problema de vazamento desde a sua ativação. “O novo investimento atenderá 100% a população de Ji-Paraná com água tratada”, ressaltou.

CONVÊNIO

 

A presidente da Caerd, engenheira Márcia Luna, disse que são muitas as vitórias da atual administração, especialmente na regularização das concessões, posto que a Caerd operava de forma precária na maioria dos municípios. Márcia Luna comemorou a recente assinatura do convênio de cooperação técnica entre o governo de Rondônia e o Município de Ji-Paraná, assinado no último dia 11 de outubro, assegurando a prestação do serviço pela Companhia e a contratação de R$ 38 milhões do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), para obras de abastecimento de água e substituição completa da velha adutora que abastece o II Distrito, em Ji-Paraná, que tem rompido com frequência, por conta de sua vida útil ultrapassada. 


A companhia pretende realizar a setorização do fornecimento de água em Ji-Paraná para melhor atender a comunidade. O objetivo da setorização é a instalação de registros em cada setor para quando houver algum vazamento nestas localidades, não seja preciso suspender o fornecimento de água de toda comunidade para resolver o problema. “Esta obra será de suma importância para a população ji-paranaense, pois visa agilizar o servir da companhia sem prejudicar a população com o fornecimento de água”, destacou.

DETEORIZAÇÃO

 

O chefe de manutenção e de operação da Caerd, Pedro Ponciano da Costa Neto informou que hoje, o Segundo Distrito é o que mais apresenta problemas com vazamentos devido a deteorização da adutora.

Segundo Pedro Ponciano, quando há um vazamento das adutoras de 400 ou 300 milímetros, que são usadas para levar a água para o Segundo Distrito, ocorre à interrupção para ser realizada a manutenção. “Exemplo disso foi o que ocorreu hoje e que vem ocorrendo nos últimos dias, quando acontece de haver um vazamento da adutora, deixando a população por várias horas sem água”, frisou.


Conforme Pedro Ponciano, com a liberação do recurso do PAC, a companhia será capaz de realizar a substituição dos tubos de toda a adutora que sempre vem ocasionando problemas no município. “Com a assinatura deste convênio, teremos recursos e condições de podermos contratar uma empresa, se for necessário, para realização da troca de aproximadamente 10 quilômetros dos tubos da adutora de 400 milímetros que sempre apresentou problema, devido ser usada há muito  . Com a obras, seremos capazes de acabar definitivamente com o problema de vazamento de água no município”, concluiu.

Publicidade

Publicidade
RUL

CONTATO
E-mail: contatorul@gmail.com
Fone Redação: (69) 3423-7618
Comercial: (69) 9288-9018 • 9945-5358

 

Netmidia