Rul
Notícia publicada em 26/03/2019 às 10:21 | Curiosidades
Dois jornalistas de Ji-Paraná e seus clássicos dos anos 80
Um Passat e um Fiat Spazio 147 que marcaram época no Brasil

 

 

Os jornalistas Hudson Calandrelli e Marcos Lock posam orgulhosos com os seus possantes

O amor aos carros antigos pode acontecer a partir de várias situações. Muitas vezes esta estima nasce porque as pessoas viveram passagens interessantes de suas vidas a bordo dos veículos. Outras porque os herdaram de seus pais ou avós.

 

Há aquelas, um pouco mais velhas, que foram proprietários de alguns modelos que marcaram época. 

 

Os jornalistas Hudson Calandrelli, do Portal Rul,  enquadra-se no primeiro caso. Já o jornalista Marcos Lock, do Portal Repórter RO, encaixa-se na segunda classificação. Ambos têm em suas garagens, respectivamente, um Passat ano 1983 e um Fiat Spazio 147 ano 1984, todos em bom estado de conservação.

 

O Passat cor verde, modelo 1.6, de três portas, com 36 anos de existência, pertenceu ao bisavô de Hudson, o sr. Venâncio Ferreira Farias um dos pioneiros de Rondonópolis-MT.

 

Na época o carro ainda era sensação, afinal, havia sido lançado no Brasil há apenas nove anos e há dez na Europa. O Passat posicionou-se como um sedan médio e foi uma das boas opções da Volkswagen, ao lado da Variant e da Brasília, para enfrentar o declínio de vendas do ‘Fusca’.

 

Há seis anos o veículo veio definitivamente de Rondonópolis para Ji-Paraná e quem o buscou foi a mãe do jornalista do Portal Rul, Josy Ferreira, neta do Sr. Venâncio.

 

Ao lado de um veículo bem mais novo atualmente ele descansa, majestoso e histórico,  a maior parte do tempo só servindo à família em ocasiões especiais ou nos finais de semana. “Adoro valorizar as raízes da minha família e, além disso, gosto muito dos clássicos, gosto muito mesmo. Por isso, esse Passat tem um valor tão grande para mim”, pontuou Hudson Calandrelli.

 

"A tataraneta de Venâncio Farias em cima do capô do Passat 83"

 

Já o FIAT SPAZIO 147, do jornalista Marcos Lock, tem outra história bem diferente. Em 1976, ele foi o primeiro lançamento da recém instalada fábrica italiana, a Fiat do Brasil. Compacto, veloz e potente, com porta-malas grande e preço acessível, ele foi um responsáveis pela perda da hegemonia do ‘Fusca’, que já durava décadas.

 

O Fiat Spazio, na verdade, está no nome do filho Lucas Lock, que o adquiriu quando era estudante de Arquitetura em Cacoal, há cerca de 3,5 anos.  Como o veículo começou a apresentar seguidos problemas ele foi “doado” para o pai (Marcos) que passou a cuidá-lo. “Aceitei a incumbência porque tive um Fiat 147 em meados dos anos 80 e viajei muito com a família nele”, contou o jornalista .

 

Foram necessárias muitas reformas incluindo reforço do chão do carro, retoques em amassados e pintura na lataria, troca de amortecedores e até uma retífica do motor entre outros consertos.

Agora, assim como o Passat de Hudson, tornou-se um modelo que chama a atenção por onde passa, mas, como não carrega uma ligação familiar forte, o Fiat está a venda. O Passat, ao contrário, por ora não tem preço.

Publicidade

Publicidade
RUL

CONTATO
E-mail: contatorul@gmail.com
Fone Redação: (69) 3423-7618
Comercial: (69) 9288-9018 • 9945-5358

 

Netmidia