Rul
Notícia publicada em 29/04/2019 às 09:39 | Segurança
Obras em presídios de Rondônia são realizadas com mão de obra de reeducandos

 

 

*Por Rejane Júlia

 

A equipe de engenheiros civis, arquitetos e projetistas da Coordenadoria de  Infraestrutura (Coinf) da Secretaria de Estado de Justiça (Sejus) está em ritmo acelerado para concluir obras em pelo menos seis unidades prisionais em Porto Velho.

 

Este mês, a Polícia Militar recebeu o Centro de Correição que vai funcionar no antigo prédio do provisório feminino, em frente à Casa de Detenção José Mário Alves da Silva (Urso Branco). Com a ajuda de mão de obra carcerária foram recuperadas as partes hidráulica, elétrica, das bigornas (portas de ferro) e a reforma completa dos banheiros e pintura do prédio.

 

Na Penitenciária Estadual Milton Soares de Carvalho (470) foi iniciada a recuperação do bloco C. As paredes das celas receberam concretagem e reboco que garantem a sustentação das bigornas. O sistema elétrico também foi refeito. O trabalho foi finalizado com a pintura das paredes e portas.

 

No Centro de Ressocialização Suely Maria Mendonça, 40% da obra de construção de seis celas estão concluídos. De acordo com o coordenador da Coinf Robson Sousa, as grelhas, que são as armações metálicas que dão sustentação à laje já foram instaladas. O próximo passo será a concretagem, a impermeabilização para evitar infiltrações e, por fim, o reboco e pintura.

 

Algumas unidades prisionais estão em fase de estudo para viabilização de obras, como a Penitenciária Estadual Aruana, onde a equipe da Geinf está fazendo levantamento arquitetônico para a elaboração de projetos de reforma e ampliação. A Colônica Agrícola Penal (Capep) espera o fornecimento de materiais para realizar o gradeamento do forro, a instalação de concertina e a alimentação predial hidráulica. Já o Presídio de Médio Porte (Pandinha) aguarda o estudo de viabilidade técnica para iniciar a obra de construção de uma caixa d´água para a unidade.

 

OBRA NO INTERIOR

 

Nas unidades prisionais do interior do estado, as obras também estão em andamento. No Centro de Ressocialização, no município de Ariquemes, 70% dos trabalhos de recuperação do bloco Vivência foram concluídos. Os sistemas elétrico, hidráulico, bigornas e celas já foram recuperados. Faltando apenas o acabamento, que é a pintura. A obra deve ser finalizada ainda este semestre.

 

Os trabalhos de construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), para sanar o problema do esgotamento sanitário da Casa de Detenção de Guajará-Mirim, que foram retomadas no início de abril, também estão bem adiantados. A drenagem da ETE para a rede coletora do município foi realizada com a colocação de 40 manilhas. A obra está sendo feita em parceria entre Secretaria de Justiça, Detran,  Caerd e a prefeitura do município.

 

Recentemente a equipe da Coinf fez vistorias nas unidades prisionais de Santa Luzia, Rolim de Moura e Alta Floresta para conhecer as demandas. Dentro de alguns dias serão apresentadas as soluções técnicas para as problemáticas encontradas.

Publicidade

Publicidade
RUL

CONTATO
E-mail: contatorul@gmail.com
Fone Redação: (69) 3423-7618
Comercial: (69) 9288-9018 • 9945-5358

 

Netmidia