Rul
Notícia publicada em 01/12/2017 às 16:10 | Saúde
Ji-Paraná registra quase 50 novos casos de AIDS em 2017
O número é crescente, principalmente entre os jovens

 

 

t

Neste Dia Mundial de Combate à AIDS (01/12), a Prefeitura de Ji-Paraná, por meio do Serviço de Assistência Especializada em Doenças Sexualmente Transmissíveis (SAE/DST), divulgou um número preocupante.

 

Segundo o Serviço, só este ano, 49 pessoas receberam o diagnóstico da doença. São 47 adultos, uma criança e uma gestante que agora estão fazendo o tratamento oferecido por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

 

De acordo com a assistente social e diretora do SAE, Poliana Borchardt, é preciso ficar em alerta. “O número é crescente, principalmente entre os jovens. A maioria dos nossos pacientes são pessoas com idades entre 18 a 35 anos, que não usam preservativo”, explicou a diretora.

 

O alerta é feito exatamente no Dia Mundial de Combate à AIDS, para chamar a atenção sobre essa grave doença sem cura, mas que tem tratamento. Atualmente, mil pessoas fazem tratamento gratuito no Serviço de Assistência Especializada. São pacientes com HIV que moram em Ji-Paraná e outros 16 municípios da região central do estado.

 

Segundo o secretário municipal de saúde, Renato Fuverki, é importante alertar as pessoas para a prevenção. “Apesar do paciente soro positivo que faz tratamento no SAE, conseguir viver bem com a doença, a qualidade de vida dele é afetada. Por isso é importante o uso do preservativo. O município oferece todo o tratamento e disponibiliza testes rápidos nas Unidades Básicas de Saúde para identificar o vírus, mas as pessoas precisam se cuidar”, insistiu o secretário.

 

Sobre a doença

 

 A Aids é causada pelo vírus HIV, transmitido por contato sexual sem preservativo com pessoa contaminada, por transfusão sanguínea e compartilhamento de objetos perfurocortantes. Ser HIV positivo não é o mesma coisa que ter Aids. A Aids é o estágio mais avançado da doença, quando o sistema imunológico encontra-se bem debilitado. É uma doença que não mata por si só, mas afeta o sistema imunológico da pessoa, o que pode ocasionar doenças oportunistas, como a pneumonia.

Publicidade

Publicidade
RUL

CONTATO
E-mail: contatorul@gmail.com
Fone Redação: (69) 3423-7618
Comercial: (69) 9288-9018 • 9945-5358

 

Netmidia