É tempo de chuva, é tempo de esperança!

Vou sentindo, vou pensando e às vezes vou escrevendo!

Depois de uma longa estiagem, esta noite finalmente choveu.

 

Ao observar a chuva caindo pela janela quando ela começou imaginei ela como milagre da cura tão esperado.

É o emprego que vem para restaurar as finanças.

 

É o reencontro depois da partida.

É a paz depois da guerra.

 

Aquela chuva desejada para molhar a terra e de tão suave embala o sono. Dormir ao som da chuva é amanhecer com o coração regado de esperança.É amanhecer crendo novamente que há esperança.

 

Há momentos de longas secas que a esperança defina, as circunstâncias são maiores que nossa fé e nos sentimos pobres de alma. Mas ao som da chuva, tudo se refaz! Que milagre é este que irriga nossa alma?

 

Mas há aqueles que estão tão pessimistas que ouvem o som chuva e não se alegram, mas fazem com que as gotas se tornem lágrimas. É preciso reagir, é preciso harmonizar o som da chuva com a sintonia da esperança que ecoa através do amor.

 

Deixe-se regar pela chuva.

Lave sua alma das dores, das frustrações, do desânimo.

A chuva chegou e ela veio para regar sua terra seca.

 

Creia que os desertos fazem parte da caminhada, mas eles não são nosso lugar de habitação. E em nossa habitação que há o doce som da chuva que embala o sono, há chuva que rega o deserto e que floresce em nós a esperança.

 

É tempo de chuva, é tempo de esperança!

 

Renata Alice Stutz, 41 anos, é Cristã, advogada, esposa, mãe
e tem como paixão escrever e inspirar pessoas a continuarem
crendo que a vida vale a pena ser vivida!

 

Mais Posts

Anterior   1    2    3    Próxima