Rul
Notícia publicada em 05/12/2018 às 15:15 | Cotidiano
Mau uso das redes sociais é discutido em workshop envolvendo estudantes em Ji-Paraná

 

 

Psicóloga falou sobre os riscos da exposição na internet

O primeiro workshop do Festival Estudantil Rondoniense de Artes (Fera), no auditório Leila Barreiros, em Ji-Paraná, apresentou aos estudantes a importância do conhecimento e das consequências das ações sobre preconceito, suicídio, bullying e nudez nas redes sociais.

 

A palestra aberta a todos os estudantes foi ministrada pela psicóloga Patrícia Haag que despertou o interesse dos participantes. “São temas de extrema relevância, principalmente aos adolescentes que estão mergulhados em redes sociais e se envolvem desnecessariamente em críticas abusivas contra os próprios colegas na escola”, explica a psicóloga Haag, convidada do Ministério Público, órgão apoiador do Fera que é organizado e realizado pelo governo estadual por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

 

“Já fui vítima de preconceito e hoje lido melhor com essa situação. A palestra me apresentou uma nova perspectiva para lidar com esse tema. Espero não precisar acudir ninguém, mas também aprendi mais sobre as pessoas com tendência ao suicídio”, disse a estudante Alexsandra Caetano da Silva, da escola estadual Josino Brito, de Cacoal.

 

Amiga e colega de classe de Alexsandra, Lívia de Souza Ventrameli disse que extraiu da palestra com Haag meios para orientar algum colega quando fotos e/ou vídeos de nudez ‘caem na rede’. “Lá na escola um estudante da minha sala exibiu fotos de uma namorada nua. Por mais que confiamos no parceiro não devemos permitir ser fotografa ou filmada nua”, opina a estudante cacoalense.

 

O evento oferece nesta quarta-feira workshop de grafite, mais oficinas de expressão corporal, técnica vocal e grafite, pela manhã. No período vespertino, os estudantes-artistas iniciam as apresentações de danças e artes visuais. Paralelamente às apresentações ocorrerão os julgamentos dos trabalhos em pintura, grafite, desenho, fotografia e escultura. À noite é a vez do musical.

 

Arte como o grafismo é parte do Fera, em Ji-Paraná

 

Pela manhã de quinta-feira (6), o último dia do Fera, as apresentações e avaliações serão sobre cinema. À tarde, as peças de teatro serão exibidas e avaliadas. No período da noite, o último bloco de alunos-cantores vai ao palco encerrando as atividades com premiação.

 

Projeto Orquestra em Ação, de Ji-Paraná, abrilhantou abertura oficial do Fera

 

O Festival Estudantil foi aberto na noite de terça-feira (4), seguindo o protocolo governamental, com a composição do dispositivo de honra, desfile de delegações, entoação do hino de Céus de Rondônia, pronunciamentos oficiais e apresentação da orquestra em ação. Coube à coordenadora regional de educação de Ji-Paraná, professora Rosângela Marun, dar as boas vindas e declarar aberto o Festival Estudantil, que envolve 264 alunos da rede estadual de ensino de 39 cidades.

Publicidade

Publicidade
RUL

CONTATO
E-mail: contatorul@gmail.com
Fone Redação: (69) 3423-7618
Comercial: (69) 9288-9018 • 9945-5358

 

Netmidia