Rul
Notícia publicada em 22/02/2018 às 15:49 | Saúde
Cláudia de Jesus e Silvia Cristina pedem instalação de UTI Neonatal
Requerimento foi aprovado na sessão desta semana

 

 

Com o pedido, as vereadoras querem evitar a mortalidade de recém-nascidos e dar aos profissionais mais segurança para atender situações de risco

*Por Jairo Ardull

 

Em requerimento aprovado na sessão ordinária de terça-feira (20), as vereadoras Cláudia de Jesus (PT) e Silvia Cristina (PDT) solicitaram a instalação de uma Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal (UTIN) no Hospital Municipal Claudionor Roriz de Ji-Paraná.

 

Segundo Cláudia de Jesus, o Hospital Municipal Claudionor Roriz atende uma “regional” com aproximadamente 16 municípios. Por essa demanda, explicou, e a quantidade de partos realizados no município, é de extrema relevância a instalação de uma UTI Neonatal.

 

“Com ela (UTI), o trabalho dos profissionais se torna mais humanizado, porque os equipamentos adequados vão oferecer ações mais acolhedoras baseadas no respeito à dignidade do bebê e sua família”, justificou a vereadora.

 

“Até quando vamos ver os recém-nascidos morrendo por falta de estrutura em nosso hospital?”, comentou Silvia Cristina. De acordo com a vereadora, é preciso unir esforços para obter recursos para aquisição de equipamentos e evitar novas perdas de inocentes.  

 

A UTI Neonatal é um local específico em uma unidade médica ou hospital para onde se levam os bebês recém-nascidos que apresentam algum risco de vida, e todos os que nascem prematuros, ou seja, antes das 37 semanas de gestação.

 

Nela, ficam de plantão 24 horas por dia, enfermeiros e médicos que têm a responsabilidade de cuidar de qualquer necessidade do bebê, prestando auxílio à sua saúde e desenvolvimento.

 

Na justificativa, apresentada à CMJP, as vereadoras afirmam que com uma UTI Neonatal vai se alcançar mais respeito ao recém-nascido e à gestante com posturas pautadas na ética e solidariedade, garantindo acompanhamento no parto e evitando situações graves.

 

“Com tudo isso, vai se impedir a mortalidade de recém-nascidos e dará aos profissionais mais segurança na hora de atender uma situação de risco e também diminuir o número de deslocamentos para outros municípios para tentar salvar a vida de um bebê”, subscreveram as vereadoras.

 

Publicidade

Publicidade
RUL

CONTATO
E-mail: contatorul@gmail.com
Fone Redação: (69) 3423-7618
Comercial: (69) 9288-9018 • 9945-5358

 

Netmidia