Rul
Notícia publicada em 18/02/2018 às 09:29 | Saúde
Secretário de Saúde de Ji-Paraná se posiciona sobre publicações nas redes sociais

 

 

O secretário Municipal de Saúde de Ji-Paraná, Renato Fuverki, se posicionou referente publicações nas redes sociais que relatam sobre possíveis problemas na maternidade do Hospital Municipal do município. Veja abaixo a nota publicada pelo secretário. 

 

Aos Profissionais no Hospital Municipal de Ji Paraná.
Prezados Guerreiros,

 

Vocês devem ter observado uma recente onda de publicações nas redes sociais sobre possíveis intercorrências acontecidas principalmente na Maternidade de nosso HM. Cada uma delas carregada de distorções e ironias. Tive o cuidado de analisar e acompanhar cada caso, com o objetivo de ser o mais justo possível, e responsabilizar se fosse o caso quem por ventura tivesse cometido alguma falha, fosse ela por negligencia ou despreparo. Até agora não as encontrei. Mesmo assim autorizei abertura de sindicância dos casos que ainda restaram duvidas, para que ao final da investigação sobressaia a verdade.

 

Também comparei os índices de mortalidade materna dos nascidos no HM com a média nacional, e pra surpresa de muitos, não nossa, estamos com menos da metade do percentual do País. Fui além ainda e vi que infelizmente na maioria dos casos que tivemos problemas o Pré Natal ou não havia sido feito corretamente ou a gestante não fez os exames solicitados.

 

Não estou aqui querendo dizer que também não pode ter havido falha nossa, afinal trabalhamos no fio entre a vida e a morte, e como diz humildemente seu João, avô de Valentina, fatalidades acontecem e todos esses casos, ou estão em sindicância ou na esfera judicial pra apurar responsabilidades. Não tenho o costume de proteger ninguém, quem me conhece sabe que não faço isso. Porém fui ver de onde estavam partindo essas postagens, imaginando serem de fonte honesta e com o intuito de mostrar problemas existentes. Não estou aqui generalizando todos que em algum momento emitiram opinião e menos ainda estou querendo cercear o direito de manifestação garantido pela constituição.

 

Afinal as redes sociais permitem. Mas quando eu vejo uma pessoa que tem o pai fugido pra Itália porque desviou dinheiro de frango e peixe da merenda escolar, que tem pessoas da família, inclusive irmão condenados por desvio de dinheiro da folha da prefeitura, que tem uma amargura porque não conseguiu espaço nessa administração pra certamente alçar voos em direções por vezes, obscuras.

 

Quando vejo pessoas usando a imprensa que já tiveram oportunidade de mostrar trabalho, e tiveram como auge da mídia acusação por corrupção de menores, isso estou falando de um caso, quando vejo interesses politiqueiros por quem devia cuidar do povo, e quando vejo comentários de pessoas sem o menor contexto, sem conhecimento do assunto, que se empolgam com as matérias divulgadas, entendi exatamente o x da questão. Vocês sabem o que vai ter dia 07 de outubro próximo?

 

Eleições, isso mesmo, e aí começam a aparecer os paladinos da moralidade, da coisa perfeita, que não se preocupam em olhar no próprio rabo. O Brasil não está na situação atual à toa. Agora nem tanto, o povo está esperto, mas tempos atrás esse tipo de gente induzia pessoas com o único objetivo de tirar proveito politico. Mas o Brasil está abrindo os olhos, e não vai mais aceitar que aventureiros manipulem a sociedade para obter vantagens pessoais.

 

Então minha gente do HM. Nós sabemos do imenso trabalho que prestamos a sociedade, das nossas dificuldades, do salário baixo, das humilhações de pacientes que acham que porque é publico tem que ser bagunçado, das intimidações, daquilo que é feito maravilhosamente bem e que não é visto, afinal é obrigação. O que aparece é aquilo de não deu certo, independente se houve culpa ou não.

 

Responder as publicações feitas por essa gente é o sonho deles. Afinal eles sempre compensaram sua incompetência denegrindo o trabalho daqueles que os superaram. Peço a cada um de vocês, independentemente do cargo ocupado, que vive o dia a dia desse hospital, que sabem quantas vidas salvamos por dia, que cada publicação feita com o intuito de manchar o trabalho de vocês, que sirva de estímulo para melhorarmos, pra termos mais cuidado e carinho com cada paciente que ali chegam infartados, baleados, convulsionando, todo quebrado de acidente de motos, de cada bebê que nasce e no outro dia vai pra sua casa, mãe e filho felizes, que esses comentários feitos por pessoas mal intencionadas e que se aproveitam do momento político. Não vamos cair nesse jogo barato da politicagem. Um abraço apertado a cada um de vocês, e saibam que eu sempre defenderei quem coloca o coração na frente de interesses pessoais.

 

Um abraço a todos

Renato Fuverki

Secretário Municipal de Saúde de Ji Paraná/RO.

Publicidade

Publicidade
RUL

CONTATO
E-mail: contatorul@gmail.com
Fone Redação: (69) 3423-7618
Comercial: (69) 9288-9018 • 9945-5358

 

Netmidia