Rul
Notícia publicada em 27/10/2017 às 16:15 | Economia
Potencialização da piscicultura rondoniense é debatida em Ji-Paraná
1ª Feira Nacional de Peixe da Amazônia é realizada na cidade

 

 

De olho no mercado de peixe, representantes de doze estados brasileiros participam neste sábado (28) da 4ª Rodada de Negócio do Tambaqui da Amazônia, durante a 1ª Feira Nacional de Peixe da Amazônia (Fenapam), em Ji-Paraná. O maior consumo de proteína no mundo é de peixe, seguido de suíno e de ave.

 

Em Rondônia, produtores da agricultura familiar apostam nesse negócio. Mais de quatro mil propriedades rurais produzem anualmente perto de 100 mil toneladas de peixe em cativeiro, o que eleva Rondônia ao maior produtor de peixe de água doce no país.

 

“O governo estadual programou ações para o fortalecimento da piscicultura com ações efetivas à cadeia produtiva do peixe”, destacou Ilce Oliveira, uma das coordenadoras do grupo técnico instituído para promover o setor. O grupo é formado por técnicos das secretarias estaduais de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), Agricultura (Seagri), Emater, Idaron e Superintendência de Desenvolvimento (Suder).

 

“A união de forças resulta em aumento produtivo e, consequentemente, em geração de emprego e rendas”, disse o secretário de Agricultura Evandro Padovani, na abertura da Fenapam. Para o presidente da Emater, Francisco Coutinho, “o peixe é mais uma importante alternativa econômica do agronegócio rondoniense”.

 

A Fenapam foi aberta oficialmente na manhã de sexta-feira (27) no espaço Partenon, em Ji-Paraná. O evento é organizado pela iniciativa privada e tem o apoio do governo de Rondônia.


Neste sábado, as atividades da Fenapam iniciam a partir das 8h com palestras. Das 9h às 17h ocorre a rodada de negócio. O evento é aberto a todo segmento da cadeia produtiva do peixe.

 

Publicidade

Publicidade
RUL

CONTATO
E-mail: contatorul@gmail.com
Fone Redação: (69) 3423-7618
Comercial: (69) 9288-9018 • 9945-5358

 

Netmidia