Rul
Notícia publicada em 02/09/2017 às 09:30 | Cultura
Projeto Viagem ao Sítio do Picapau Amarelo chega a escola de Ji-Paraná

 

 

“Boneca de pano é gente, sabugo de milho é gente…O sol nascente é tão belo…”. O resto deste trecho da música de Gilberto Gil todo mundo sabe.

 

Só que a magia do Sítio do Picapau Amarelo desta vez não brilhou nos livros de Monteiro Lobato, mas criou vida no Projeto Viagem ao Sítio do Picapau Amarelo iniciado nesta terça-feira, dia 29, na Escola Municipal Jamil Vilas Boas. Os olhos das crianças e de muitos pais brilharam ao ver a Cuca, a boneca Emília, a Tia Anastácia e toda a turma do Sítio de Lobato desfilando no pátio da escola.

 

O Projeto Viagem ao Sítio do Picapau Amarelo tem por objetivo, segundo a diretora da Jamil Vilas Boas, Vanessa Leite, incentivar os alunos à prática da leitura. Ele será executado com seis turmas do Pré II ao 5º ano, pelo período de três meses. Isso significa que não foi só um desfile dos personagens do Sítio não. Eles, os próprios funcionários da Escola vestidos como os personagens infantis, voltarão às salas de aula toda semana para contar histórias levando o carrinho de leitura, também personalizado, para que as crianças escolham livros para ler e “viajar no mundo das letras”.

 

O personagem da semana e as histórias selecionadas para leitura serão o tema das atividades propostas pelos professores de forma interdisciplinar, ou seja, envolvendo todas as disciplinas como Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História, entre outras.

 

Trabalho de equipe


E no Sítio da Jamil todo mundo se envolveu. A Cuca foi protagonizada pela diretora Vanessa; a boneca Emília foi vivida pela professora Eunice Santos; a professora Darsônia Moreira se agarrou ao tacho e colher de pau para viver a Tia Anastácia; inegável a aparência da professora Ana Tetzner com a Dona Benta; a professora Bruna Monteiro fez a Narizinho; ninguém melhor para dar vida ao sábio Visconde de Sabugosa que o vice-diretor Hildo de Bessa; e por fim o aluno Diego Gabriel Oliveira saltitou em uma perna só para alegrar os coleguinhas como o Saci-Pererê.

 

“Alguns alunos não conhecem os personagens do Sítio do Picapau Amarelo. É um tema que eles precisam vivenciar, descobrir o quão é maravilhoso o universo criado por Lobato. São histórias cheias de magia, fantasias e aventuras. Claro que as situações que prendiam a atenção em épocas passadas hoje são resolvidas de forma diferente. Mas até isso não deixa de ser uma oportunidade de aprendizagem, debater, refletir sobre o passado e o presente”, explicam os idealizadores do projeto em sua introdução.

 

“Eu achei ótimo o tema do Projeto, perfeito para as crianças, para incentivá-las a ler. E o mais legal é que todo mundo participou, a diretora, o vice-diretor, aluno. As pessoas pensam que esse tipo de atividade só cabe aos professores, mas não, toda a escola tem que participar, toda a equipe. Essa escola é uma equipe, todos fazem juntos e gostam do que fazem”, disse Valcenir Vidal, mãe da aluna Aline Vidal, de 5 anos.

Publicidade

Publicidade
RUL

CONTATO
E-mail: contatorul@gmail.com
Fone Redação: (69) 3423-7618
Comercial: (69) 9288-9018 • 9945-5358

 

Netmidia