Rul
Notícia publicada em 07/07/2017 às 11:22 | Notícias
Assassinato de Auditor Fiscal completa três anos sem solução

 

 

Por Quetila Ruiz

Assessoria 

 

Nesta sexta-feira, 7 de julho, o assassinato do Auditor Fiscal da Receita Estadual, Robson Luis Santos da Silva, completa três anos sem solução, o que aflige ainda mais familiares e amigos.

 

A diretoria do Sindicado dos Auditores Fiscais de Tributos de Rondônia (SINDAFISCO) tem buscado acompanhar as investigações junto à Delegacia de Homicídios de Porto Velho, mas até o momento nenhum fato novo ou informações surgiram sobre o caso.

 

"O SINDAFISCO espera que o crime seja esclarecido e os culpados sejam punidos. Esse crime não pode entrar nas estatísticas de casos sem solução, como foi o assassinato de Armando Dalarte, outro auditor fiscal, que foi assassinado enquanto cumpria sua função. Nós sabemos a precariedade na qual os membros da Polícia Civil trabalham e que a quantidade de crimes que esperam resolução é grande, mas vamos continuar acompanhando o caso e cobrando esclarecimentos", reforçou Mauro Bianchin, presidente do SINDAFISCO.

 

CASO


O crime aconteceu na noite do dia 07 de julho DE 2014, numa área residencial na zona Norte da Capital. Dois homens armados desceram de um carro modelo Astra disparando vários tiros, e um deles atingiu a cabeça de Robson Luis que morreu no local.

 

OUTRO CASO EM JI-PARANÁ 


Em 19 de setembro de 2008, o Auditor Armando Dalarte estava dentro do carro oficial da Secretaria de Finanças (Sefin) quando foi morto. Dalarte, que estava à frente da Delegacia de Rendas, em Ji-Paraná, foi atingido por quatro tiros desferidos por um pistoleiro que não teria sido identificado pela polícia. O suposto mandante também permanece impune.

Publicidade

Publicidade
RUL

CONTATO
E-mail: contatorul@gmail.com
Fone Redação: (69) 3423-7618
Comercial: (69) 9288-9018 • 9945-5358

 

Netmidia