Rul
Notícia publicada em 06/07/2017 às 07:07 | Agropecuária
Valor da produção agropecuária de 2017 é o maior dos últimos 9 anos em RO
Produtividade na agropecuária familiar tem se destacado

 

 

A estimativa do valor bruto da produção agropecuária (VBP) do estado de Rondônia em 2017, é de R$ 8,5 bilhões – o maior dos últimos nove anos. O montante é 10% superior ao de 2016, de R$ 7,7 bilhões.

 

Esse resultado reflete a elevada safra de grãos prevista para esta temporada, conforme anúncio feito pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

 

O VPB – estimado com base nas informações de maio – foi divulgado, no mês de junho, pela Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

 

Além da safra de 1.793,8 mil de toneladas estimada pela Conab, o aumento da produção, da ordem de 13,4%, é outro fator relevante no incremento do VBP deste ano.

 

As lavouras devem ter aumento de 9% em valor, totalizando R$ 2,8 bilhões. A pecuária deve ter acrescimo de 11%, ficando em R$ 5,6 bilhões.  O valor bruto das principais lavouras, estimado para este ano, representa 34% e a pecuária, 66%.

 

De acordo com o secretário de estado da Agricultura (Seagri), Evandro Padovani, a aumento da área plantada, produção e produtividade das lavouras tem apresentado desempenho melhor do que em 2016. “Nesse cenário o Café volta a ser o principal produto agrícola do estado de Rondônia em valor, com 34%, seguido pela soja com 30% e o  milho 18%  do valor total de lavoura,”destaca Padovani.

 

PRODUTOS AGRÍCOLAS


Numa lista de produtos agrícolas, o café apresenta acréscimo do VBP de 51%; cana-de-açúcar de 40% e banana 34%.

 

Com crescimento menor, mas também expressivo, destacam-se o milho com 18% e a laranja tambem com 18%. Na pecuária, tiveram aumento em valor a carne bovina (19%) e a carne suina (11%).  

 

Apresentam decréscimo em valor, em relação a 2016, os seguintes produtos: Mandioca (-38%), cacau (-33%), Arroz (-27%) e feijão (-18%).

 

Na pecuária, estão sendo observadas reduções de valores da produção no leite (-26%), carne de frango (-11%),  e ovos (- 12%).

 

Padovani disse ainda que o Governo do Estado de Rondônia tem incentivado nos últimos anos diversos seguimentos e programas para manter o crescimento sustentável da produtividade na agropecuária familiar no estado.

 

Programas como o acesso a terra através do Programa Nacional de Crédito Fundiário (Pncp); assistência técnica por meio da Entidade Autárquica Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO); distribuição de calcário por meio do Programa Mais Produção; entrega de mudas de café clonal através do Programa Plante Mais; incentivos na implementação de ações para a revitalização das lavouras cacaueiras; incentivos para a instalação e regularização das agroindústrias familiares por meio do Programa de Verticalização da Pequena Produção Agropecuária do Estado de Rondônia (Prove),  a aquisição de alimentos de agricultores familiares através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). “São alguns que tem contribuído na melhora de qualidade de vida dos nosso produtores,” explica Padovani.

Publicidade

Publicidade
RUL

CONTATO
E-mail: contatorul@gmail.com
Fone Redação: (69) 3423-7618
Comercial: (69) 9288-9018 • 9945-5358

 

Netmidia